Cowboy Cantor

A excelência da música independente. Todas as canções utilizadas com autorização. The excellence of independent music. All songs used under permission.

Cowboy Cantor 309: Dominique Fils-Amé

Posted by cowboycantor in podcast, music

1. Dominique Fils-Aimé - Constructive Interference

2. Parkas - Lenin & McCarthy

3. Dominique Fils-Aimé - Nameless

4. We Sea com Daniel - Verde Seco Feito Negro

 

 

Dominique Fils-Aimé, Montréal, Canadá, é a voz que me deu o impulso para o novo formato do Cowboy Cantor. Mais do que dar destaque a um álbum em cada edição do podcast, o objectivo seria concentrar a atenção de cada Cowboy Cantor num artista só, partilhando convosco uma canção de cada um dos álbuns já editados pelo artista escolhido.

 

Começámos a 309.ª emissão do podcast com a canção Constructive Interference, do álbum Stay Tuned, segundo álbum da trilogia que começou em 2018 com o álbum Nameless. Trilogia esta que tem como tema principal a resilência humana face adversidade e opressão, e é também uma homenagem à história e cultura afro-americana.   

Dominique_Nameless.jpg

 

Na música de Dominique Fils-Aimé encontramos elementos da música soul, jazz ou gospel. Sempre com um carácter minimalista, embora o segundo álbum seja um pouco mais elaborado. Mas quer em Nameless, quer em Stay Tuned, ouve-se uma activista a quebrar também várias barreiras de padrões musicais.

Dominique_Stay_Tuned.jpg

 

Tomo por emprestado o título do segundo álbum da cantora canadiana para um comentário final: fiquem atentos a Dominique Fils-Aimé.

 

Dominique Fils-Aimé

Bandcamp, iTunes, Spotify

 

 

Parkas

Bandcamp, iTunes, Spotify

 

We Sea

iTunes, Spotify

 

Cowboy Cantor, a excelência da música independente.

Cowboy Cantor 308: We Sea

Posted by cowboycantor in DefaultTag

1. We Sea - Ser de Ver

2. We Sea - Basbaque

3. We Sea - Verde Seco Feito Negro

 We_Sea_Basbaque.jpg

 

Rui Rofino e Clemente Almeida, comendadores da excelência musical, ou então We Sea,

 

Não quero parecer aquele amigo que dá palmadinhas nas costas dos amigos, em sinal de apoio. Nem quero parecer um daqueles cidadãos de peito cheio pelos feitos dos nativos do seu concelho. Muito menos quero hastear a bandeira da região Açores para falar dos We Sea.

 

Quero que compreendam que o álbum Basbaque tem um valor muito superior a qualquer amizade, enquadramento musical ou proximidade geográfica que me une a vocês. Basbaque é uma caixa de Pandora: a caixa que trouxe grandes tragédias à humanidade, mas guardou a esperança. Assim é Basbaque: toda a música a partir de hoje soará a uma tragédia sonora, se não conseguir de igual forma fazer parar o tempo ou relativizar a sua passagem.

 

We_Sea.jpg

 

Basbaque é uma arrepio completo. Um arrepio de 162cm e 70kg. Basbaque são letras, melodias, sons e vozes que me orgulham de querer ser mais e melhor todos os dias, porque Basbaque é mais e melhor de cada vez que o ouço.

 

Basbaque é um ponto de viragem na minha vida. Basbaque é um sorriso ao amanhecer e um suspiro de gratidão ao final do dia. Obrigado.

 

We Sea:

iTunes, Spotify

 

-